Que não perdamos a capacidade de ajudar os outros mesmo quando eles não possam ver e mesmo que não possam nos dar em troca sua gratidão.



SEJAM BEM VINDOS


ENTRE E SINTA-SE A VONTADE.

Aqui neste cantinho voce encontrará palavras de fé, de amor de estímulo e de paz.
O nosso objetivo é o de levar até voce os ensinamentos do Cristo, de forma simples, mas enriquecedora ao seu bem estar.
Que o amor, a bondade e a misericória divina ilumine a todos.
Muita luz e paz em nossos corações.

Beijos fraternos.
Dilemar Neto.

AVE MARIA NO VIOLINO. OUÇA ENQUANTO LÊ AS MENSAGENS.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

A MAIOR FUNÇÃO DO ESPIRITISMO



A doutrina Espírita, grande e bela através de quaisquer de seus aspectos, sua maior e mais bela diretriz não é outra senão a educacional.
Curar enfermos da alma e do corpo é grande. E o Espiritismo realiza-o, integrando esta ordem incisiva do Divino Mestre: "Em meu nome, expelirão demônios (curas de obsidiados); porão as mãos sobre os enfermos e os curarão". (Marcos XVI-17-18).
Realizar obras de assistência social que amparem enfermos, crianças e velhos abandonados, desvalidos de toda sorte, é grande e belo, além de constituir parte daquelas obras pelas quais seremos julgados.
Demonstrar prodígios de toda ordem, que possam abalar a resistência da incredulidade letrada e endurecida, (e em meu nome, —diz o Cristo—falarão outras línguas, pegarão em serpentes; se beberem qualquer cousa mortífera, não Ihes fará mal algum (Mar. XV1, 17 e 18) é de suma importância,
entrar no contato com os "mortos", a fim de aprender as verdades que vão felicitar os vivos, é maravilhoso.

Sua verdadeira obra, porém, é a da educação, é a do ensino dos Evangelhos em espírito e verdade.
Ensino e educação que nos ponham na posse da justiça de Deus, para recebermos tudo o mais de acréscimo. Quem, assim, por meio dessa educação, formou seu espírito, será espírito que, de futuro, dispensará asilo de mendicidade e manicômios, a esmola do pão, da água e do abrigo, sobre estar livre de obsessões e viver no conhecimento e nas graças de todos os prodígios que vimos. recebendo tudo de acréscimo, recebeu, implicitamente, as defesas e os poderes de que carece.

O Espiritismo feito o próprio Cristianismo restaurado, e os espiritistas, consequentemente, como os cristãos novos, tal como vão apregoando, por ai a fora, os espíritos de luz, o que tem a fazer são as mesmas obras e seguir os mesmos exemplos do cristianismo, e dos cristãos primitivos, e dos apóstolos. E a estes, despachou o Cristo para a Vida, deste jeito:—Ide e pregai, dizendo—: ''É chegado o reino dos Céus. Curai os enfermos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios, de graça recebestes, de graça dai", como está em Mateus (X, 7 e E enviou-os (os discípulos) a pregar o reino de Deus e a curar os enfermos, afirma Lucas (IX, 2). Saindo eles, pregavam que se arrependessem, e expulsassem demônios, e curassem enfermos, diz-nos Marcos, (VI 12 e 13).

Como vemos, a pregação, que é a educação, que é o ensino, em primeiro lugar. Depois, então, a cura de enfermos, e outras atividades doutrinarias...
Um confrade houve em New York, que lançou, há coisa de um lustro, pelos jornais doutrinários norte-americanos, este apelo aos espiritistas: "Menos Centros Espiritas e mais Escolas".
Menos centros, na verdade, de espiritismo, desde que tais centros só se preocupem, sem nenhuma finalidade cristã-educativa que beneficie a humanidade, com as comunicações de espíritos, com esse espiritismo pratico que, nem por mais agradar geralmente, deixa de estar eriçado de tais dificuldades que, por vezes, pode ser tudo, menos espiritismo, servindo, ainda, para dificultar a marcha da Doutrina. É, aliás, o que nos diz Allan Kardec: "O Espiritismo experimental está cercado de muito mais dificuldades do que se acredita geralmente, e os escolhos que ai se encontram são numerosos; é o que produz tanta decepção nos que dele se ocupam sem terem a experiência e os conhecimentos necessários. "
Conhecimentos e experiências necessárias, escolhos afastados e dificuldades vencidas, ainda por obra e graça da educação. Por isso que nunca podemos compreender como possa a ignorância e a incultura (incultura e ignorância a respeito das coisas da Doutrina Espírita) se enquadrar no Espiritismo. Doutrina que, por dificílima, nunca se disse que o Espiritismo fosse uma ciência fácil, escreve Allan Kardec; que, por essencialmente evolutiva como toda a ciência ("O Espiritismo é ciência da qual apenas conhecemos o A. B. C." diz Flamarion), não pode, por isso mesmo, ser assimilada sem estudos e observações por qualquer comodista e descuidado.
Estamos, assim, em que um centro de espiritismo não é nem deve ser. apenas, uma casa de orações. Estamos em que não devemos correr até aí apenas para entoar rezas às Forças do Alto e ouvir, aceitando sem melhor análise, tudo que do Alto nos venha. Um centro de espiritismo deve ser. e é, acima de tudo, uma casa de estudos, uma verdadeira escola, onde se deve estudar a mais difícil das ciências,—a Ciência, da Imortalidade; a mais complexa das filosofias —a Filosofia do Espírito; a mais lógica e doce das religiões — a Religião do Cristo interpretada em espírito e verdade.
Assim, o que ai se deve fazer, principalmente, essencialmente preferentemente, e, logo após a prece—e a prece é bem a chave de ouro com que tais, reuniões devem começar e terminar!—; o que aí se deve fazer primeiramente, é estudar a Doutrina com método, analítica e racionalmente. Depois, então. se sobrar tempo...
E nestes estudos, a nossa reeducação, caso sejamos educados. Ou nossa auto-educação!
E a par de nossa auto-educação, ou reeducação, a educação de nossas crianças, esses legados preciosíssimos que Deus nos confiou exatamente para sermos seus mentores e guias..




















Nenhum comentário:

Postar um comentário

PAI NOSSO ORQUESTRADO

SOU TEU ANJO

UM DIA A GENTE APRENDE.

♥i ♥♥