Que não perdamos a capacidade de ajudar os outros mesmo quando eles não possam ver e mesmo que não possam nos dar em troca sua gratidão.



SEJAM BEM VINDOS


ENTRE E SINTA-SE A VONTADE.

Aqui neste cantinho voce encontrará palavras de fé, de amor de estímulo e de paz.
O nosso objetivo é o de levar até voce os ensinamentos do Cristo, de forma simples, mas enriquecedora ao seu bem estar.
Que o amor, a bondade e a misericória divina ilumine a todos.
Muita luz e paz em nossos corações.

Beijos fraternos.
Dilemar Neto.

AVE MARIA NO VIOLINO. OUÇA ENQUANTO LÊ AS MENSAGENS.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

REUNIDOS EM MEU NOME

 
 
 
 
E não te surpreendas se chego assim, nas páginas de um texto, para aconchegar-te no bálsamo das certezas e nos mantos das verdades.
Há muito me faço aos reais mistérios de estar sempre junto aos que me chamam, principalmente aqueles que se esqueceram de mim.
Certe vez, eu disse a um grupo de discípulos queridos: “Onde duas ou mais pessoas estiverem reunidas em meu nome, entre elas eu estarei.”
Hoje, venho trazer a ti outra centelha da mesma chama: “Quando uma pessoa estiver reunida em meu nome, com ela eu estarei.”
Sei que indagarás como seria possível a reunião de uma pessoa consigo mesma. Com quem ela se agrupará em meu nome?
Eis que te venho abrir estas letras para que possas aquietar as tuas interrogações, enquanto te abençôo no meu carinho e no meu amor.
Em verdade eu te digo: estarás em reunião com a tua Alma. Tu e tua Alma, reunidos em meu nome, e convoco estarei.
Em verdade eu te digo: que agora amplio a ti o que partilhei, há dois mil anos, com aqueles que formavam o círculo mais íntimo dos meus.
Enlaça-te, pois, no meu abraço, aceita a ternura que meu caminhar traz a ti e, se quiseres, repousa tua fronte em meu peito.
E ouve: quando desejares reunir-te com tua Alma, em meu nome, a ti basta que a chame para conversar contigo.
Sem que te esqueças de que a tua Alma é a tua realidade mais sublime, a tua verdade infinita, a tua certeza mais bendita, a poesia do Pai em ti.
Que tu és a tua Alma, e não a tua personalidade atual e provisória, esta que é apenas a roupa que te veste no aprendizado terreno.
Assim, quando te dispuseres a reunir-te com a tua Alma, em meu nome, estarás realizando a comunhão do teu eu provisório com o teu Eu Real.
E este teu Eu Real é a extensão do Pai em todas as Suas criaturas, desde quando manifestou Sua Criação a todos os horizontes do Universo.
Este teu Eu Real é a tua individualidade como filho ou filha do Absoluto, que projetou a Si próprio em incontáveis extensões do Seu Infinito Amor.
Este teu Eu Real, portanto, é a verdade que afirma que tu és filho, ou filha, da Essência do Todo, ao mesmo tempo em que és Deus.
Sim, Alma de mim, tu és Deus e é tão clara esta realidade quanto a reunião da luz de todos os sóis do Universo.
Sim, tu és Deus porque Dele viestes, e, sendo Ele o Pai-Mãe Absoluto, a origem e destino de tudo, o que tu serias de menos ou de mais?
O que tu serias no ventre da Origem a não ser Deus? O que tu serias em teu retorno definitivo ao ventre do Destino Sagrado senão Deus?
E para que acalmes teu coração, diante desta prodigiosa verdade, pergunto o que tu haverias de ser fora de Deus Pai-Mãe?
Sim, compreendestes, Alma de mim! Pois se nada mais existe fora ou além Dele, isto não é a concludente prova de que tu és Deus?
Em verdade eu te digo: crê e segue teu caminho no aprendizado terreno com a mais plena conscientização de que tu és parte importante do Todo.
E que esta parte, em realidade, não é e nunca foi uma parcela isolada do Criador, mas sim, uma extensão Dele mesmo, em sua Poesia Universal.
Abrando as tuas emoções com meu carinho e as tuas indagações com a minha presença. Pois que Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida.
E sendo eu o Caminho, vem a mim e permite que eu acompanhe teus passos, a cada dia da tua jornada de aprendizado terreno.
E sendo eu a Verdade, aceita minha palavra que vem te elevar à tua real condição de Herdeiro, ou Herdeira, de todas as grandezas do Infinito.
E sendo eu a Vida, enlaça-te em meus braços até o teu Grande Ápice, quando serás reunificado para sempre nos abraços do nosso Criador.
Tua Alma, pois, sendo a extensão de Deus em ti, e sendo tu mesmo em Deus, sabe infinitamente mais sobre o que convém à tua jornada.
Portanto, reúne-te com a tua Alma, em meu nome, e convosco eu estarei nesse diálogo da tua parte provisória com tua realidade infinita.
Permite a tua alma te falar e aceita as benesses do que receberes através de símbolos, de palavras ou de centelhas de intuições.
E se quiseres acatar meu ensinamento, uma vez que tens livre arbítrio nas leis do Pai, entrega teu eu externo e provisório ao teu Eu Real.
Aceita, portanto, a tua própria entrega como oferta à tua Realidade Divina, sem qualquer dúvida de que este gesto há muito era aguardado.
E quanto te deitares no colo da tua Alma, como aprendiz que confia na magnitude de sua Instrutora, tu terás mais felicidade, paz e sabedoria.
Pois, toda vez que a tua Alma te orientar, lembra-te que é do Criador que vem a majestade de toda essa instrução.
Assim, entrego a ti meu convite, outra vez: “Quando estiveres reunido com tua alma em meu nome, convosco eu estarei.”
Abraço-te nas planícies do meu Caminho, nas extensões da minha Verdade e na infinitude da minha Vida.
Beijo tua face e levo comigo todas as tuas apreensões, para que tu possas beijar a liberdade de entregar-te às imensidões da tua própria Alma.
E lembra-te, Alma do meu Caminho: “Tudo o que unires na terra será unido nos céus.”
 
Carlos Morandi




CHAMO-ME AMOR!

     Quando o desalento te invadir a alma e as  lágrimas   te aflorarem aos olhos,
     busca-Me.
     Eu sou Aquele que sabe sufocar-te o pranto e estancar-te as lágrimas.
     Quando te julgares incompreendido pelos que te circundam,e vires que em torno a indiferença recrudesce,
     acerca-te de Mim.
     Eu sou a Luz, sob cujos raios se aclaram a pureza de tuas intenções e a nobreza de teus sentimentos.   
     Quando se te extinguir o ânimo,as vicissitudes da vida,e te achares na iminência de desfalecer,
     Chama-me.
     Eu sou a Força, capaz de remover-te as pedras dos caminhos e sobrepor-te às adversidades do mundo.   
     Quando, inclementes, te açoitarem os vendavais da sorte, e já não souberes onde reclinar a cabeça,
     corre para junto de Mim.
     Eu sou o Refúgio, em cujo seio encontrarás guarida para o teu corpo e tranqüilidade para o teu espírito.  
     Quando te faltar a calma, nos momentos de maior aflição,e te julgares incapaz de conservar a serenidade de espírito,
     invoca-me.
     Eu sou a Paciência, que te faz vencer os transes mais dolorosos e triunfar nas situações mais difíceis.
     Quando te abateres nos paroxismos da dor,   
     e tiveres a alma ulcerada pelos abrolhos dos caminhos,
     grita por Mim.
     Eu sou o Bálsamo, que te cicatriza as chagas e te minora os padecimentos.  
     Quando o mundo te iludir com suas promessas falazes,e perceberes que já ninguém pode inspirar-te confiança,
     vem a Mim.
     Eu sou a Sinceridade, que sabe corresponder à fraqueza de tuas atitudes e à excelcitude de teus ideais.  
     Quando a tristeza e a melancolia te povoarem o coração,quando e tudo te causar aborrecimento,
     clama por Mim.
     Eu sou a Alegria, que te insufla um alento novo e te faz conhecer os encantos de teu mundo interior.  
     Quando, um a um, te fenecerem os ideais mais belos, e te sentires no auge do desespero,
     apela pra Mim.
     Eu sou a Esperança, que te robustece a fé e acalenta os sonhos.  
     Quando a impiedade se recusar a relevar-te as faltas, e experimentares a dureza do coração humano,   
     procura Me.
     Eu sou o Perdão, que te eleva o ânimo e promove a reabilitação de teu espírito.
     Quando duvidares de tudo, até de tuas próprias convicções, e o ceticismo te avassalar a alma,
     recorre a Mim.
     Eu sou a Crença, que te inunda de luz o entendimento e te reabilita para a conquista da felicidade.
     Quando já não aprovares a sublimidade de uma afeição sincera,e te desiludires do sentimento de seu semelhante,
     aproxima-te de Mim.
     Eu sou a Renúncia, que te ensina a olvidar a     ingratidão dos homens e a esquecer a incompreensão do mundo.
     Quando, enfim, quiseres saber Quem Sou
     pergunta ao riacho que murmura,
     e ao pássaro que canta,
     à flor que desabrocha,
     e à estrela que cintila,
     ao moço que espera, e ao velho que recorda,
     Eu sou a Dinâmica da Vida
     e a Harmonia da natureza.
     chamo-me AMOR! Pense nisso!

A Paz de Cristo pra sua Vida.
(Autoria desconhecida)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

O ABRAÇO

Estudos têm revelado que a necessidade de ser tocado é inata no homem. O contato nos deixa mais confortáveis e em paz.
O Dr. Harold Voth, psiquiatra da Universidade de Kansas, disse: O abraço é o melhor tratamento para a depressão.
Objetivamente, ele faz com que o sistema imunológico do organismo seja ativado.
Abraçar traz nova vida para um corpo cansado e faz com que você se sinta mais jovem e mais vibrante.
No lar, um abraço todos os dias reforçará os relacionamentos e reduzirá significativamente os atritos.
Helen Colton reforça este pensamento: Quando a pessoa é tocada, a quantidade de hemoglobina no sangue aumenta significativamente. Hemoglobina é a parte do sangue que leva o suprimento vital de oxigênio para todos os órgãos do corpo, incluindo coração e cérebro.
O aumento da hemoglobina ativa todo o corpo, auxilia a prevenir doenças e acelera a recuperação do organismo, no caso de alguma enfermidade.
É interessante notar que reservamos nossos abraços para ocasiões de grande alegria, tragédias ou catástrofes.
Refugiamo-nos na segurança dos abraços alheios depois de terremotos, enchentes e acidentes.
Homens, que jamais fariam isso em outras ocasiões, se abraçam e se acariciam com entusiasmado afeto, depois de vencerem um jogo ou de realizarem um importante feito atlético.
Membros de uma família, reunidos em um enterro, encontram consolo e ternura uns nos braços dos outros, embora não tenham o hábito dessas demonstrações de afeição.
O abraço é um ato de encontro de si mesmo e do outro. Para abraçar é necessário uma atitude aberta e um sincero desejo de receber o outro.
Por isso, é fácil abraçar uma pessoa estimada e querida. Mas se torna difícil abraçar um estranho.
Sentimos dificuldade em abraçar um mendigo ou um desconhecido. E cada pessoa acaba por descobrir, em sua capacidade de abraçar, seu nível de humanização, seu grau de evolução afetiva.
É natural no ser humano o desejo de demonstrar afeição. Contudo, por alguma razão misteriosa, ligamos ternura com sentimentalidade, fraqueza e vulnerabilidade. Geralmente hesitamos tanto em abraçar quanto em deixar que nos abracem.
O abraço é uma afirmação muito humana de ser querido e de ter valor.
É bom. Não custa nada e exige pouco esforço. É saudável para quem dá e quem recebe.
*   *   *
Você tem abraçado ultimamente sua mulher, seu marido, seu pai, sua mãe, seu filho?
Você costuma abraçar os seus afetos somente em datas especiais?
Quando você encontra um amigo, costuma cumprimentá-lo simplesmente com um aperto de mão e um beijo formal?
A emoção do abraço tem uma qualidade especial. Experimente abraçar mais.
Vivemos em uma sociedade onde a grande queixa é de carência afetiva.
Que tal experimentar a terapia do abraço?
 
Redação do Momento Espírita, a partir de adaptação do texto A importância do abraço, do Prof. Jorge Luiz Brand e Rolando Toro Araneda, Biodança, coletânea de textos. Disponível no livro Momento Espírita, v. 2, ed. Fep. Em 05.12.2011.
 

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

ORAÇÃO ROSACRUZ

Não mais Luz, Senhor, Vos peço,mas olhos para ver a existente,
nem canções mais doces; mas, se o mereço,ouvidos para ouvir o som presente.
 
Nem mais forças, mas apenas como usar o divino poder que já possuo;
nem mais amor, mas o dom de transformar num gesto de carícia um esgar de amúo.
nem mais alegria, Senhor, mas sim sentir
no meu íntimo a sua cálida presença,
para poder aos demais distribuir
quanto tenho de coragem e bem-querença.
 
Não mais dádivas, amado Deus, Vos peço,
mas apenas o saber e a inspiração
de espalhar à minha volta com sucesso
as que tenho a transbordar do coração.
 
Infundi-me todos os temores para que os domine,
e todas as santas alegrias, para as conhecer,
a fim de ser o amigo certo que desejo ser,
e para que a chama da Verdade eu dissemine;
 
Sendo capaz de à pureza amar, e à bondade,
para elevar com toda a alma e energia
até à luz da mais perfeita liberdade
as demais almas, num empíreo de harmonia.

(desconheço o autor)


PAI NOSSO ORQUESTRADO

SOU TEU ANJO

UM DIA A GENTE APRENDE.

♥i ♥♥